Baterias de açúcar

imageEstão em investigação baterias de açúcar, biodegradáveis, capazes de alimentar os inúmeros aparelhos portáteis de uso comum, tais como telemóveis, tablets, consolas de jogos, etc.. A investigação está em curso na Universidade de Virgínia e as novas baterias poderão chegar ao mercado dentro de três anos, com densidade de energia e duração superior às baterias actuais.
Desde há vários anos que o professor Y.H. Percival Zhang investiga novas misturas de enzimas. Publicou artigos sobre farinhas alimentarews obtidas a partir de plantas não alimentares e desenvolveu um novo porocesso de extracção de hidrogénio passível de utilização como combustível para automóveis. A investigação mais recente é uma nova combinação enzimática que aproveita todo o potencial de carga do açúcar para gerar electricidade numa "pilha enzimática". O prof. Zhang acredita que esta bateria poderá ser mais barata, biodegradável e reutilizável (re-enchimento).
O princípio é similar ao de outras pilhas de combustível (fuel cells). Neste caso, o combustível é a maltodextrina, um polissacarídeo obtido da hidrólise parcial da farinha. A combinação deste combustível com o ar dá origem a electricidade e a água. A nova solução baseada no açúcar não é explosiva nem sequer inflamável, mas tem uma densidade de energia superior.

%d bloggers like this: