ADENE abre novos concursos de eficiência energética

A ADENE – Agência para a Energia lançou os avisos de abertura de três novos concursos para a apresentação de candidaturas no quadro do Programa GERE, para comparticipar a fundo perdido a aquisição de equipamentos eficientes nos sectores da Agricultura, Indústria, Comércio e Serviços.

Iniciativa da ADENE, o Programa GERE nasce no contexto das medidas propostas pela ADENE e financiadas pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), no âmbito do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Eléctrica (PPEC). Com um custo total de execução de 814 mil euros para o PPEC, estas novas medidas vão permitir diminuir o consumo de energia eléctrica em 27,7 GWh/ano, correspondendo a 2,2 milhões de euros em custos evitados por ano.

O PPEC pretende contribuir para a redução do consumo de energia eléctrica em Portugal, ultrapassando as barreiras de mercado existentes, como a falta de informação e o custo relativamente elevado dos equipamentos eficientes, que tendem a conduzir à compra de equipamentos de menor custo, com baixa eficiência energética e tempo de vida reduzido.

Nesta edição do PPEC (2011-2012), a mais competitiva de sempre, a ADENE viu aprovadas três novas medidas nos domínios da iluminação eficiente -  “Iluminação LED em Monumentos e Edifícios Históricos” (LED Monumental); “Phase Out de lâmpadas ineficientes em Aldeias Rurais e Históricas” (Phase Out Hg) – e gestão eficiente da força motriz: “Variadores Electrónicos de Velocidade” (VEV III).

A medida LED Monumental tem em vista melhorar a eficiência energética da iluminação de monumentos e fachadas de edifícios históricos, através da aplicação de tecnologia LED. No total, serão financiadas 1.500 luminárias de tecnologia LED, em 50 monumentos e edifícios históricos em Portugal Continental.

A intervenção em Phase Out Hg destina-se à melhoria da eficiência energética da iluminação pública pela substituição de equipamentos ineficientes, nomeadamente de lâmpadas de vapor de mercúrio e respectivas reactâncias. A medida abrange 200 freguesias em Portugal Continental, com 20 mil pontos de luz a serem intervencionados.

Na sua 3ª edição, a medida VEV dirige-se às empresas do sector agrícola e industrial e financiará a aquisição de 140 Variadores Electrónicos de Velocidade em cerca de 70 empresas, permitindo desta forma reduzir o consumo de motores eléctricos associados a sistemas de bombagem, ventilação e compressão de ar.

As entidades interessadas devem consultar os avisos específicos de cada concurso no site http://www.adene.pt e submeter as suas candidaturas nos prazos definidos para a sua recepção, em http://gere.adene.pt.

%d bloggers like this: