Compressor de ar eólico!

image A Teseo (Itália) cumpriu a promessa feita na feira de Hannover do ano passado. Este ano, o fabricante de tubagens e acessórios para ar comprimido e outros fluidos técnicos apresentou na HANNOVER MESSE (4-8 de Abril) um compressor de ar accionado por energia eólica. Na aparência, parece um aerogerador normal, com hélice de três pás de alumínio, instalado numa torre de alumínio. O objectivo primordial não é gerar energia eléctrica, mas produzir ar comprimido, que é canalizado para um reservatório instalado na base.
A solução inovadora desenvolvida pela Teseo é uma alternativa económica para a produção de ar comprimido. Desde que haja vento, e qualquer que seja a direcção e velocidade do mesmo, este "aero-compressor" fornece ar comprimido a custo zero. Toda a estrutura é construída em alumínio.
O sistema tem dispositivos pneumáticos e electrónicos de protecção contra ventos com velocidade excessiva. A solução consiste num dínamo que, para além de medir a velocidade do vento, também produz a energia eléctrica necessária para alimentar o dispositivo electrónico ligado a uma válvula pneumática que controla o freio. Assim, e em caso de condições ambientais adversas, as pás são desaceleradas e paradas.
A geometria das pás, fabricadas por extrusão, foi optimizada para operação com ventos a baixa velocidade. O gerador arranca e produz energia logo a partir de 4 m/s (grau 3 na escala Beaufort, correspondente a "brisa suave", suportando quer a velocidade intermédia de "vendo moderado" (6 a 7 m/s), quer a velocidade de 10 m/s (grau 5 da escala Beaufort), a ideal para este sistema.
A Teseo está entretanto a testar um novo tipo de estrutura, mais fácil de instalar e também com acesso mais fácil para manutenção a partir do solo. Desde que anunciou este projecto, a Teseo recebeu numerosas manifestações de interesse, para aplicações tão diversas como a bombeamento de água de furos, distribuição de água para rega, accionamento pneumático de equipamentos de processamento alimentar, etc.. Existe a expectativa de alterar a relação de custo entre a energia eléctrica e a energia pneumática e permitirem às empresas utilizadoras recuperar as perdas de ar comprimido nos seus sistemas. O modelo fabricado pela Teseo e apresentado em Hannover produz 8 m3/h, mas a Teseo prevê chegar e mesmo ultrapassar o rendimento de 20 m3/h.

%d bloggers like this: