ABB vai instalar subestações eólicas no Brasil

A ABB vai fornecer cinco novas subestações e construir linhas aéreas de transporte para 14 parques eólicos no Brasil, com uma capacidade de operação de cerca de 300 MW. As encomendas, no valor de 32 milhões de dólares, foram adjudicadas no quarto trimestre de 2010 pela Renova Energia SA.

A ABB encarregar-se-á da engenharia, fornecimento, construção e entrada em serviço das subestações, e dará também a formação necessária aos operadores do cliente e ao pessoal da manutenção. O alcance do fornecimento inclui cinco subestações chave-na-mão de 34,5/69 kV, com 12 transformadores de potência de 33 MVA, equipamentos GIS e convencionais de alta tensão, interruptores de média tensão e transformadores de distribuição. A ABB também fornecerá e instalará 60 km de linhas aéreas de 69 kV para estabelecer a ligação de um parque eólico de 290 MW à rede eléctrica nacional. Este parque está actualmente em construção no estado da Baía, no noroeste do país. Prevê-se que o projecto termine em 2012.

O Brasil tem recorrido tradicionalmente à produção hidroeléctrica para satisfazer as suas necessidades de energia. Este projecto faz parte da política governamental de promoção da energia eólica como parte essencial do seu portefólio de energias renováveis. A Associação de Energia Eólica do Brasil pretende instalar 10 GW desta energia antes de 2020. Actualmente o país tem uma capacidade de produção eólica de 600 MW, com outros 450 MW em construção.

Os transformadores de potência aumentarão a tensão nas turbinas eólicas até a igualar à da rede de distribuição. Para reduzir o impacto da volatilidade relacionada com a integração de energia eólica na rede, utilizam-se religadores (interruptores desenhados para interromper correntes de curto-circuito e voltar a estabelecer a ligação após interrupção), a fim de evitar falhas de energia em cascata de toda a rede.

As subestações são elementos chave da rede eléctrica. Transformam os níveis de tensão e facilitam o transporte eficiente e a distribuição de electricidade. Contêm equipamentos que protegem e controlam o fluxo de electricidade. A ABB é o fornecedor líder a nível mundial de subestações com equipamentos isolados a gás e ar, com mais de 10.000 instalações realizadas em todo o mundo, com tensões até 1.100 kV.

%d bloggers like this: