Biomecatrónica FESTO

image As ferramentas FinGripper da FESTO são ferramentas de 3 dedos com uma estrutura flexível e elástica tipo "cauda de peixe" que se adapta ao contorno da peça, tal como uma mão! A inspiração nos seres vivos está na origem da "biomecatrónica", uma das áreas em que a FESTO tem incentivado a criatividade e a inovação. As "garras" FinGripper são capazes de lidar com peças tão delicadas como lâmpadas ou ovos, a alta velocidade, alta precisão de posicionamento, sem as danificar. E são também capazes de lidar com formatos diferentes, porque os "dedos" são adaptativos.

A FinGripper surge na linha de evolução das ferramentas de preensão dos robôs, como se pode ver no gráfico seguinte.

fimage

A FinGripper é uma das aplicações práticas do princípio funcional da cauda de peixe. Por mais incrível que pareça, o princípio foi patenteado e tem marca registada: Fin Ray Effect®, detida pela EvoLogics (Berlim, Alemanha).

image

A aplicação deste princípio deu origem a experiências interessantes que demonstraram a possibilidade de propulsão na água  e no ar. O AirJelly, por exemplo, é um balão com propulsão inspirada na alforreca. Noutra experiência, as "caudas de peixe" foram introduzidas no interior de um balão com o formato de raia. A FESTO converteu o princípio Fin Ray Effect® num "músculo fluídico" capaz de movimentos suaves e comandados por controlo remoto. A possibilidade de replicar os movimentos dos tentáculos de uma alforreca como princípio de propulsão pode ser vista no pequeno filme seguinte, em que se vê o AirJelly em acção. Foram feitas experiência similares na água (AquaJelly).

 

 

Neste segundo filme, podemos ver outra experiência ainda mais espectacular. Um balão (de hélio) em forma de raia desloca-se oscilando as barbatanas e a cauda. No interior do balão, estão estruturas baseadas no princípio da “cauda de peixe” com accionamento eléctrico e controlo remoto.

 

Mas voltemos à robótica…

O mesmo princípio começou a ser aplicado na área da automação industrial e da robótica, especialmente para manipulação de objectos frágeis e sensíveis. Também nesta área se regista uma evolução. Depois dos robôs tipo "tripod", que levam a velocidade e precisão de movimentos a níveis quase fantásticos, surgem os robôs BionicTripod.

image

O BionicTripod é um exemplo da aplicação dos princípios do "bionic design" na área da automação. A versatilidade dos movimentos e a preensão adaptativa são as principais vantagens. A FESTO combinou o princípio funcional do "tripod": três varetas dispostas em pirâmide invertida podem mover-se até 90 graus, com movimentos precisos determinados por eixos eléctricos e pelo software de controlo de robô CMXR. As tecnologias mecânica, de accionamento eléctrico e de controlo combinam-se para gerar movimentos tridimensionais altamente precisos e dinâmicos. O BionicTripod pode ser aplicado e múltiplos processos, incluindo soldadura laser, corte por jacto de água, e muitas outras.
O software CMXR da FESTO permite a integração entre controladores, servo-accionamentos e terminais de válvulas. Também pode integrar sistemas de visão, como o sistema inteligente Compact Vision System SBO..-Q. Isto significa que o BionicTripod pode lidar com objectos em movimento que se apresentam em posição aleatória no transportador.

As "mãos" do BionicTripod podem ser FinGrippers. Elas permitem combinar velocidade e suavidade, adaptando-se ao contorno das peças sem exercer demasiada pressão.

image

As novas soluções têm ainda características que estão na "ordem do dia". São estruturas muito leves e requerem menos energia. No vídeo seguinte, podemos ver uma demonstração das ferramentas FinGripper, instaladas num robô BionicTripod, lidando com lâmpadas de formatos diferentes.

 

%d bloggers like this: