Sensores impressos

image O consórcio 3Plast (Alemanha) está a desenvolver um novo tipo de sensor que é impresso sobre filmes plásticos e que pode ser activado sem contacto, apenas com o apontar do dedo. Depois do botão ou tecla e do teclado de membrana, é a vez de o ecrã táctil ser ultrapassado. O novo sensor detecta pequeníssimas diferenças de temperatura e de pressão e por isso é capaz de detectar a aproximação do dedo humano. No futuro, esta tecnologia será de utilização generalizada, designadamente em aplicações residenciais.

O projecto "3Plast" cujo nome advém de "Printable pyroelectrical and piezoelectrical large area sensor technology" conta com um financiamento de 2,2 milhões de euros, é coordenado pelo instituto ISC de Würzburg (parte da rede do Instituto Fraunhofer) e envolve várias empresas. O objectivo é chegar a soluções de baixo custo baseadas em polímeros piroeléctricos e piezoeléctricos passíveis de aplicação por impressão serigráfica. Os dispositivos incluirão sensor e um transístor orgânico (para amplificar o sinal do sensor) e ambos deverão ser aplicados por impressão. Até ao momento, já se conseguiram imprimir sensores e isolamentos com espessuras na ordem dos 100 nanometros.

%d bloggers like this: